O jornal diário Público traz este sábado no suplemento Fugas um especial sobre cruzeiros. Em grande destaque encontra-se a reportagem sobre o navio cruzeiro Brilliance of the Seas da companhia Royal Caribbean International no seu novo itinerário do Dubai à Índia, navegando pelo mar Arábico e Golfo Pérsico. A reportagem relata a viagem de 12 dias no navio da RCI, partilhando experiências sobre o que é estar a bordo do Brilliance of the Seas, e descrevendo os locais por onde passa: Dubai, Omã e Índia.

O suplemento Fugas também aborda o tema da crise. Apesar do clima que se vive em todo o mundo e em especial em Portugal, e isso se ressentir em todos os setores, prevê-se um crescimento de cerca de 6,6% de cruzeiristas em relação ao ano de 2010. Isto porque, tal como referimos em artigos anteriores neste blog, o pacote de serviços oferecidos pelas companhias tem uma excelente relação preço/qualidade, o que atrai cada vez mais clientes.

Outro destaque vai para o grande ano do setor dos cruzeiros (2011) pela quantidade de inaugurações de navios de grande, médio e pequeno porte de várias companhias. De referir o Costa Favolosa, já destacado neste blog, o Seabourn Quest, o Celebrity Silhouette, o Carnival Magic, o AidaSol, e o Marina da Ocean Cruises (entre outros). O navio Português Spirit da Douro Azul já aqui referenciado, não foi esquecido na abordagem aos cruzeiros fluviais.

Cruzeiros temáticos é outro tema abordado. As companhias de cruzeiros começam agora a apostar em se diferenciar pelos temas: dedicados ao desporto, à música, à cerveja, às fábulas (Costa Favolosa), às crianças (Harry Potter, Shreck, Disney), entre muitos outros. A companhia de cruzeiros portuguesa Cic-Cruises realiza cruzeiros temáticos a bordo do paquete Funchal tais como o cruzeiro dedicado ao fado, música e melodias, dança entre outros, com partidas desde Lisboa.

Não faltam razões para se entrar neste maravilhoso mundo dos cruzeiros, quer seja no rio, quer seja em alto mar. Inspire-se!